O Projeto Político Pedagógico da escola é apenas uma oportunidade para que algumas coisas aconteçam, dentre elas, a tomada de consciência dos principais problemas, das possibilidades de solução e definição das responsabilidades coletivas e pessoais para eliminar ou atenuar as falhas detectadas. (Azanha - 1990)

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Plano anual de LINGUA PORTUGUESA - 3º ANO ENSINO FUNDAMENTAL

Projeto: ANIMAIS MARINHOS

Objetivos gerais:
  • Obter informações sobre os animais marinos estudados;
  • Ampliar seus conhecimentos sobre as linguagens dos textos de divulgação científica.
Expectativas de Aprendizagem:
  • Que os alunos avancem na sua hipótese de escrita e leitura;
  • Que os alunos participem de situações de intercâmbio oral, ouvindo com atenção;
  • Formular e responder perguntas.
Avaliação:
  • Deve ser um processo formativo, contínuo, que não necessita de situações distintas das cotidianas.

1º SEMESTRE

Sequência didática:
  • Roda de conversa;
  • Leitura compartilhada;
  • Leitura diária para os alunos de contos, mitos e livros de história em capítulos;
  • Reescrita coletiva e em dupla com foco na pontuação;
  • Produzir textos de autoria própria, utilizando recursos da linguagem.

Objetivos:
  • Leitura, pelos alunos, de diferentes gêneros textuais para dotá-los de um conhecimento procedimental sobre a forma e o modo de funcionamento de parte da variedade de gêneros;
  • Revisão de texto coletiva e em dupla com foco na pontuação;
  • Discutir as decisões que cada um tomou ao pontuar e por que.
  • Planejar o que vai escrever, respeitar as características do gênero proposto.

Expectativas de Aprendizagem:
  • Atividades de escrita em que os alunos com hipóteses não alfabéticas sejam colocados para escrever textos que sabem de memória;
  • Atividades em que os alunos revisem textos próprios ou de outros coletivamente ou em pequenos grupos, buscando identificar problemas discursivos, coerência, coesão, pontuação, repetições e resolvê-los
  • Que preocupa-se com o seu leitor, escolhe palavras e expressões pertencentes à linguagem escrita.

Avaliação:

Avaliação continua, através:
  • Produções de textos dos alunos;
  • Atividades realizadas pelos alunos.

ATIVIDADE APLICADA

IMAGENS APRESENTADAS AOS ALUNOS









(* Textos lidos pela professora, enquanto os alunos observam as figuras apresentadas.)



GOLFINHO

Todo mundo pensa que golfinho é um peixe, mas não é. Ele é um mamífero, assim como a baleia. Vive nos oceanos e mares de todo o mundo, perto ou longe dos continentes. No Brasil, pode ser visto ao longo de todo o litoral, do Nordeste ao Rio Grande do Sul.
Sua alimentação consiste principalmente de peixes e lulas. Mede de 1,5 a 3,5 metros de comprimento e pode pesar até 110 kg.
O período de gestação é de 10 a 11 meses. Os filhotes nascem com pouco menos de um metro e são amamentados durante cerca de 14 meses. A fêmea tem um filhote a cada 2 ou 3 anos. Esse animal vive em média 20 a 35 anos.
Os golfinhos vivem em grupos que podem chegar a milhares de animais, entre os que vivem no oceano. Na costa, é possível ver até 500 deles juntos.
São ágeis, velozes e acrobatas. Saltam e nadam na proa de embarcações. Suas vocalizações incluem vários estalos e assobios. Sabe-se que o golfinho comum pode mergulhar até 280 metros, ficando embaixo d'água por cerca de 8 minutos. Depois, ele tem que subir para respirar.




TARTARUGAS MARINHAS

As tartarugas marinhas existem há mais de 150 milhões de anos. Seu casco é coberto de escamas e queratina, o mesmo material de nossas unhas. São encontradas em todos os oceanos do mundo e se alimentam de algas, peixes, águas-vivas, moluscos, ouriços e caranguejos.
Existem sete espécies de tartaruga marinha: tartaruga-verde, tartaruga-cabeçuda, tartaruga-de-pente, tartaruga-oliva, tartaruga-gigante, tartaruga-australiana e tartaruga-de-Kemp. A maior do mundo é a tartaruga-de-couro, também chamada de tartaruga-gigante. Ela pode pesar até 700 quilos e chega a ter 2 metros de comprimento. A menor é a tartaruga-oliva. Ela mede cerca de 60 centímetros.
Somente as fêmeas saem da água. Elas voltam ao local onde nasceram, cavam um buraco e depositam seus ovos. Uma tartaruga fêmea coloca em média 130 ovos por vez.
Assim que os filhotes nascem, correm para o mar. A corrida pela areia da praia até o mar é o momento mais perigoso na vida da tartaruguinha. Pequenas e frágeis, são alvo fácil para caranguejos, aves e outros bichos. De cada mil tartarugas que saem dos ovos, apenas uma ou duas sobrevivem.
As tartarugas podem ficar fora da água por quanto tempo quiserem, desde que não se exponham ao sol e ao calor. Elas tiram a cabeça da água para respirar, mas podem ficar várias horas lá embaixo.
Adaptado de [ www.recreionline.abril.com.br/fique_dentro/ciencia/bichos ]




CAVALO-MARINHO

O cavalo-marinho possui uma cabeça alongada com filamentos que lembram a crina de um cavalo. É por isso que tem esse nome. É o único peixe com a cabeça perpendicular ao corpo. Existem mais de 40 espécies desse animal, habitando quase toda a totalidade dos mares de nosso planeta. Seu tamanho varia de 2 a 60 centímetros.
Do mesmo modo que o camaleão, ele pode mudar de cor e seus olhos saltados podem mover-se independentemente um do outro. Eles nadam com o corpo na vertical, movimentando-se pela rápida vibração das barbatanas. A cauda longa e preênsil permite que eles se agarrem a plantas submarinas enquanto se alimentam de pequenos crustáceos.
A reprodução ocorre na primavera. Os ovos postos pela fêmea são fertilizados pelo macho, que os guarda em uma bolsa na base da sua calda. Dois meses mais tarde, os ovos se abrem e o macho realiza violentas contorções para expelir os filhotes, que são transparentes e pouco maiores que um centímetro. Sobem logo à superfície para encher suas bexigas natatórias com ar, única maneira de conseguir equilíbrio na água.




BALEIA-JUBARTE

A baleia-jubarte também é conhecida como baleia-preta, baleia-corcunda, baleia-xibarte, baleia-cantora ou baleia-de-bossa. É um mamífero marinho que vive em mares de todo mundo.
Pode alcançar 15 metros de comprimento e seu peso varia de 25 a 30 toneladas. Possui o dorso arqueado e corcunda, daí seu nome. Costuma saltar no ar, por cima da água, deixando visível todo seu corpo.
Essas baleias alimentam-se de krill (pequeno camarão) e de pequenos peixes. Para comer, abrem a boca e engolem toneladas de água junto com os peixes. Depois, empurram a água com a língua em direção às barbatanas, que atuam como uma grande peneira, retendo o alimento.
Conhecida por seu temperamento dócil e por seus saltos espetaculares, consegue deslocar-se a uma velocidade de 27 km/h. Está ameaçada de extinção, por causa da caça indiscriminada. Restam no mundo cerca de 15 mil desses animais.
Uma característica marcante da espécie são as nadadeiras peitorais extremamente longas, que atingem quase um terço do comprimento total do corpo. A gestação dura aproximadamente 12 meses. Nasce apenas uma cria de cada vez, pesando 1 a 2 toneladas e medindo cerca de 5 metros.

TUBARÃO-AZUL

O tubarão-azul tem esse nome devido à cor azulada de sua pele. Possui grandes olhos e uma longa nadadeira peitoral, dentes pontiagudos e serrilhados. Os espécimes adultos chegam a medir cerca de 4 metros, mas estão entre os menores dos assim chamados "grandes tubarões".
Alimentam-se de lulas e de pequenos peixes em qualquer lugar, desde a superfície até 450 metros de profundidade. As fêmeas têm de 20 a 50 crias por ninhada.
Os tubarões-azuis são famosos por sua capacidade migratória. Há notícias de alguns que, em poucos meses, nadaram milhares de quilômetros entre dois continentes. Vivem nos mares tropicais e temperados do mundo inteiro, proferindo nadar em mar aberto. Raramente se aventuram muito perto da costa ou dos humanos.
Costumam ser vítimas de barcos de pesca comercial, que chegam a apanhar cerca de 20 milhões de tubarões-azuis por ano.





CARANGUEJO

O caranguejo é um crustáceo. Ele tem uma carapaça que é uma espécie de casco que protege a cabeça e o corpo. Vive em todas as regiões do planeta, especialmente perto da água. No Brasil, muitas espécies habitam regiões de mangue. É comum encontrarmos nessas áreas caranguejos como guaiamu, nagoa, siri-baú e siri-candeia.
Em geral são animais pequenos, que medem cerca de 9 centímetros. Sua alimentação inclui moluscos, tatuíras, vegetais e restos de animais mortos. Na Ilha de Trindade, no Espírito Santo, há caranguejos que levam máquinas fotográficas e outros objetos dos turistas para o mar.
Os machos costumam lutar entre si para conquistar a fêmea. Eles usam as pinças na briga. Os caranguejos machos da espécie uçá têm uma das patas da frente transformada em garra. Com ela, defendem o território. A outra pata do par, que é menor, é usada para cavar.
O caranguejo-fantasma é todo branco e sai à noite. Ele corre bastante, de lado. O siri é chamado de caranguejo do mar, porque tem as duas últimas patas achatadas em forma de remo e é ótimo nadador.













Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário